print
No passado dia 29 de maio, a equipa técnica da MONTIS dirigiu-se à propriedade gerida pela associação no baldio de Carvalhais. O objetivo desta visita foi o planeamento das próximas ações no terreno, nomeadamente o fim-de-semana de voluntariado de 16 e 17 de junho, o fim-de-semana de voluntariado com a Plantar Uma Árvore nos dias 23 e 24 de junho e o Campo de Trabalho Internacional de 16 a 22 de julho.
(Pode inscrever-se nestas atividades através de e-mail ou telefone no caso dos fins-de-semana de voluntariado e através do formulário para o caso do Campo de Trabalho Internacional)
Durante a visita ao terreno, passámos por algumas áreas já intervencionadas anteriormente. As estacarias de salgueiro realizadas na Oficina de Engenharia Natural a 21 e 22 de março e no fim-de-semana de voluntariado de 5 e 6 de maio e já mostram alguns resultados, com o aparecimento de algumas folhas (sinal de que a planta se está a desenvolver no solo).
Os gabiões cilíndricos parecem estar a funcionar, havendo já uma notória acumulação de solo junto dos mesmos. 
Também os carvalhos plantados com um grupo de alunos de mestrado em Arquitetura Paisagista da Universidade do Porto, no dia 5 de abril, parecem estar em boas condições. 
Foi dessa plantação que avistámos uma raposa-vermelha (Vulpes vulpes) bem no interior da propriedade. Foram uns bons segundos em que estivemos nós a admirá-la de longe e ela, parada, a olhar de volta, até que acabou por ir à sua vida e a perdemos de vista na vegetação. 
Aproveitamos também para recolher as imagens que tínhamos de uma câmara de fotoarmadilhagem colocada ali perto. A câmara capturou um vídeo de um javali (Sus scrofa) e algumas fotos de raposa-vermelha. 
A finalidade das iniciativas da associação MONTIS nesta propriedade não passam somente pela remoção do denso giestal presente e plantação de carvalhos, mas também pela criação das condições necessárias para que mais espécies e mais espécimes possam encontrar aqui habitat e possam proliferar. Queremos mais biodiversidade e vamos continuar a trabalhar para isso.
Miguel Martins